Natalie Portman Brasil
Só mais um site WordPress

Ontem (02.01), Natalie e seu marido Benjamin Millepied compareceram ao Palm Springs International Film Festival Awards Gala, onde ela recebeu o Desert Palm Achievement Award do ator Tom Hanks pelo seu desempenho no filme Jackie. Confira fotos e vídeos abaixo:

FOTOS

Natalie_Portman_28329_28129~1.jpg Natalie_Portman_28529_28129~1.jpg Natalie_Portman_28429~5.jpg Natalie_Portman_28129_28129~3.jpg Natalie_Portman_28729_28129~1.jpg

VÍDEOS


O canal oficial do NextGen Climate divulgou um vídeo narrado por Natalie em que a mesma pede para que os eleitores votem em um candidato, nas eleições dos Estados Unidos, que enfrentará a mudança climática e a energia limpa! Lembrando que Natalie apoia a candidata democrata Hillary Clinton na corrida presidencial do país. Confira o vídeo abaixo:

Na última quinta-feira (13.10), Natalie compareceu a premiere de Jackie, filme no qual protagoniza como a personagem título, no New York Film Festival, juntamente com o diretor Pablo Larraín, o ator Peter Sarsgaard e o roteirista Noah Oppenheim. Natalie estava deslumbrante e você pode conferir fotos e vídeos abaixo:

FOTOS

Natalie_Portman_281529_28129.jpg Natalie_Portman_282329~1.jpg Natalie_Portman_282729~1.jpg Natalie_Portman_285629.jpg Natalie_Portman_286429.jpg

VÍDEOS

Natalie participou hoje (10.10) de quatro eventos da campanha de Hillary Clinton na Filadélfia, visitando o escritório da campanha da democrata na cidade e o lançamento de uma voter registration (onde os eleitores se inscrevem para votar). Confira as fotos já divulgadas abaixo:

hqcelebcorner_281229.jpg hqcelebcorner_28229~0.jpg hqcelebcorner_282729.jpg hqcelebcorner_28729.jpg hqcelebcorner_282529~0.jpg

Como esperado, o primeiro teaser trailer de Jackie foi divulgado no dia de hoje (05.10) no canal oficial da Fox Searchlight no Youtube. Nele podemos ver diversas cenas do filme com Natalie interpretando a ex-primeira-dama Jacqueline Kennedy Onassis. Também foi divulgado um pôster do filme com uma imagem já divulgada anteriormente. O visual da conta oficial do filme no Twitter foi modificado! Não deixe de seguir! O filme está previsto para estrear nos Estados Unidos no dia 02 de dezembro desse ano. Confira o trailer, as screen captures e o pôster abaixo:

JACKIE_OFFICIAL_TEASER_TRAILER5B15D_087.jpg JACKIE_OFFICIAL_TEASER_TRAILER5B15D_237.jpg JACKIE_OFFICIAL_TEASER_TRAILER5B15D_329.jpg JACKIE_OFFICIAL_TEASER_TRAILER5B15D_296.jpg JACKIE_OFFICIAL_TEASER_TRAILER5B15D_367.jpg

CuBOc-CUsAAzzFl.jpg CuBOc-CUsAAzzFl.jpg CuBOc-CUsAAzzFl.jpg CuBOc-CUsAAzzFl.jpg CuBOc-CUsAAzzFl.jpg 

A Netflix Brasil adicionou no dia de hoje a franquia Star Wars em seu catálogo, incluindo a trilogia e prequela da original estrelada por Natalie PortmanHayden ChristensenEwan McGregor. Além da trilogia original e outras atrações relacionadas a série de filmes. Lembrando que a Netflix é uma provedora global de filmes e séries de televisão via streaming, atualmente com mais de 80 milhões de assinantes. Para assinar, clique aqui!

Mais de 200 atrizes fizeram teste para o papel de Padmé Amidala, que fora conquistado por Natalie. O papel exigia uma jovem que poderia ser crível como governante do planeta, mas ao mesmo tempo, vulnerável e aberta. Portman foi escolhida especialmente por suas atuações em O Profissional (1994) e Beautiful Girls (1996), que impressionaram George Lucas. Ele afirmou: “Eu estava procurando alguém jovem, forte, assim como Léia [e] Natalie incorporou todas estas características e muito mais“. Portman não estava familiarizada com Star Wars antes de fazer parte do elenco, mas estava entusiasmada em ser escalada para uma personagem que ela esperava que fosse um modelo. Portman disse: “Foi maravilhoso fazer uma jovem rainha com tanto poder. Acho que vai ser bom para as jovens ter uma mulher forte em ação que também é inteligente e uma líder“.

A instituição acadêmica Savannah College of Art and Design divulgou a lista de filmes que serão exibidos no Savannah Film Festival 2016. O evento anual celebra a criatividade cinematográfica de profissionais premiados e cineastas emergentes há 19 anos. O festival será realizado no centro de Savannah e vai de 22 a 29 de outubro desse ano. Jackie será exibido no primeiro dia do festival como a abertura de gala do mesmo. A décima nona edição do festival anual reúne um grupo diversificado de profissionais da industria de todas as áreas do meio artístico para participar de painéis e discussões (Q&A) sobre diversos temas relacionados ao cinema, televisão e negócios da mídia digital.

Fonte I Traduzido e adaptado por Laura

Hoje (30.09), Natalie compareceu ao desfile da Christian Dior durante o Paris Fashion Week, justificando a sua viagem na terça-feira. Natalie é garota-propaganda da marca Dior e estava maravilhosa no evento. Confira as fotos em UHQ na nossa galeria clicando nas miniaturas abaixo (mais irão ser adicionadas em breve):

FFN_Dior_PFW_CHP_093016_52190537.jpg Rex_ChristianDior_6047552AA.jpg FFN_Dior_PFW_CHP_093016_52190536.jpg Rex_ChristianDior_6047552AB.jpg FFN_Dior_PFW_CHP_093016_52190537.jpg

[ATUALIZAÇÃO] O canal oficial da Christian Dior no Youtube publicou um vídeo em que podemos ver Natalie nos bastidores do evento e respondendo qual é a sua musa inspiradora. Confira o vídeo legendado abaixo:

Natalie e seu marido, Benjamin Millepied, foram vistos hoje de mãos dadas andando pelas ruas de Los Angeles, Califórnia. Confira o momento fofo em nossa galeria clicando nas miniaturas abaixo:

FFN_Portman_Nat_FF6FF7_EXC_092716_52186969.jpg FFN_Portman_Nat_FF6FF7_EXC_092716_52186973.jpg FFN_Portman_Nat_FF6FF7_EXC_092716_52186975.jpg FFN_Portman_Nat_FF6FF7_EXC_092716_52186978.jpg FFN_Portman_Nat_FF6FF7_EXC_092716_52186979.jpg

Alex Garland, diretor de Ex Machina, está dando continuidade ao seu trabalho, após a estreia emocionante e instigante como diretor, com outro filme de ficção científica, mas que vai ser totalmente diferente do seu suspense de inteligência artificial. Annihilation, baseado no romance de Jeff VanderMeer publicado em 2014, não terá um sequer robô ou computador na tela e, possivelmente, nem sequer uma tecnologia moderna.

É um passo em sua inteligente carreira – ele vai se estabelecendo ainda mais como um talento que vale a pena assistir para os fãs de sci-fi – com um projeto que precisará da sua capacidade de realizar um cinema inquietante e assustador. Enquanto isso também (espero) provando que é hábil com uma estética completamente diferente.

Com sucesso percebemos que essa estética será um desafio. O livro de VanderMeer absorveu o leitor nas profundezas de uma terra selvagem abandonada do mundo civilizada há décadas. Conhecida como Área X, se trata de um lugar onde incidentes bizarros ocorrem com as pessoas que viajam em expedições para lá.

A maneira incomum como VanderMeer escreveu o romance é o que o torna tão eficaz e envolvente: Além do nome Área X, não existem outros nomes no livro. Não há nomes próprios, com algumas eventuais exceções. [Como por exemplo a personagem de Natalie: A Bióloga.]

A localização da Área X nunca é especificada, embora pareça um pouco com uma floresta tropical do noroeste pacífico, uma parte dos pântanos da Flórida (a inspiração de VanderMeer para o livro ocorreu em uma caminhada de quatorze milhas através do St. Marks National Wildlife Refuge [reserva selvagem] no norte da Flórida). Nenhuma das quatro mulheres na expedição à Área X são referidas pelo nome, nem os membros da família relembrados na volta a casa. Nós não conhecemos o nome da cidade onde a bióloga mora. Nenhuma vez as ferramentas, alimentos, roupas e outros suprimentos são referidos por nomes próprios. As poucas excepções não são realmente nomes. São apenas palavras descritivas para as coisas encontradas na natureza com uma rara letra maiúscula: Rock Bay (onde a bióloga fez anos de trabalho de campo antes), Old Flopper e Ugly Leaper (as rãs no quintal da casa de infância da bióloga) e os nomes que ela usa para as entidades misteriosas neste lugar estranho: a Torre e o Rastreador.

A ausência de nomes próprios nas páginas de Annihilation, narrado por uma mulher conhecida apenas como A Bióloga, serve para nos transportar para a Área X e também para fazer com que o leitor reflita sobre o que significa ter um nome, ser tratado por um nome e ser humanizado por um nome. A recusa da bióloga em usar nomes neste território selvagem, que é pura natureza, de alguma maneira nos diz algo sobre a sua relação com esse lugar, sobre o que ela sente quando precisa desistir – dos nomes – para fazer o seu trabalho como uma exploradora da Área X e para sobreviver a este lugar misterioso e perigoso, a esta terra natural (ou é sobrenatural?) que transforma, muda e alcança todas as pessoas que se atrevem a entrar.

Pages123